segunda-feira, 18 de julho de 2016

Leitura eficaz: 7 dicas para ler, compreender e aprender melhor

Ler é uma atividade na qual o indivíduo, criança ou adulto, atribui um significado a um conteúdo. Por esta razão (e quando bem realizada) a atividade leitora pode ser uma experiência emocional gratificante.
Estratégias de leitura são caminhos pelos quais um leitor pode abordar um texto, de modo a maximizar sua compreensão, seu processo de aprendizado e sua motivação.
 Estratégias para ler melhor:
1. Antes de começar a ler, o leitor deve questionar-se “Por que/ para que tenho que ler este texto?”. Esta rápida reflexão ajuda a definir os seus objetivos de leitura. Você está lendo para procurar uma informação específica? Aprender sobre um tema? Verificar uma linha argumentativa? Por prazer?
2. Ainda antes de iniciar a leitura, pergunte “O que sei sobre o conteúdo em questão?”, “Existe algo que eu já conheça sobre este tema?”, ou seja, procure ativar seus conhecimentos prévios relativos àquele tema. Faça conexões, relacione o tema ao seu mundo.
3. Estabeleça previsões e as confirme (ou não) durante a leitura: “Qual poderá ser o final deste romance?”, “O que eu sugeriria para resolver este problema?” ou “O que pode acontecer com este personagem?”. Ao longo do texto, verifique se as suas hipóteses se realizaram e caso negativo por quais razões não acertou (“O que deixei de levar em consideração?”, por exemplo).
4. Faça perguntas ao texto: antes, durante e depois da sua leitura procure fazer perguntas ao texto que o ajudem a compreendê-lo melhor. Tente manter suas perguntas focadas no tema e nas ideias principais (“Qual a ideia fundamental que extraio deste trecho?”), ao invés de detalhes.
5. Durante a leitura, caso tenha dificuldades para entender uma parte  ou algumas palavras, procure não interromper bruscamente a atividade.  Pode tentar desenvolver uma interpretação baseada no contexto e testar se a sua interpretação funciona ou se é preciso refazê-la. Se isso não for suficiente, é possível buscar mais informações em fontes externas (num dicionário ou com o professor, por exemplo) – mas tente fazer isso após tentar compreender através da  contextualização.
6. No fim da leitura, pare por alguns segundos e pense “qual é a ideia mais importante que o autor procurou explicar sobre o tema?”. Para responder esta questão, tente eliminar as informações triviais ou redundantes e selecione os tópicos semelhantes em categorias (mapas mentais podem ajudar neste momento).
7. Elabore um resumo: Um resumo não é apenas uma “descrição em poucas palavras”. Um bom resumo deve conter o essencial do texto. No fim  do resumo, você deve saber o que aprendeu e ter o ponto de partida necessário para definir o que deve aprender dali para frente.
Com a prática, o processo automatiza-se e o leitor ganha cada vez mais fluência. Com isso, aumenta as suas hipóteses de se tornar um leitor ativo, que interage com o texto e que realmente o compreende. 
  (Texto adaptado)
 https://gutennews.wordpress.com

terça-feira, 12 de julho de 2016

10 livros essenciais para adolescentes


1. O Apanhador nos Campos de Centeio, de Jd. Salinger 
2. Capitães da Areia, de Jorge Amado
3. Contos Novos, de Mario de Andrade
4. Memórias Póstumas de Braz Cubas, de Machado de Assis 
5. Equador, de Miguel Sousa Tavares
6. Feras de Lugar Nenhum, de Uzodinma Iweala 
7. O Físico, de Noah Gordon
8. Vidas Secas, de Graciliano Ramos 
9. Uma Breve Introdução à Filosofia, de Thomas Nagel. 
10. A Cidade e as Serras, Eça de Queirós 

http://educarparacrescer.abril.com.br/

terça-feira, 14 de junho de 2016

5 Dicas para Incentivar Crianças a Ler


Muito Mais que Livros em Muito Mais que Livros 
*"O livro é um brinquedo feito com letras. Ler é brincar." - Rubem Alves* Aquele que se vê acompanhado dos *livros* adquire cultura, desenvolve a imaginação e o senso crítico, fala e escreve melhor, qualidades, essas, importantíssimas para o desenvolvimento infantil. Mas em meio a jogos eletrônicos, TV a cabo, interação em tempo real, cinema 3D, como fazer um criança parar meia hora para se concentrar e usar sua imaginação nas páginas de um *livro*? Assim como toda *educação* infantil, não basta só o exemplo, mas também é preciso um pouco de vontade e dedicação por parte dos adu... mais »

sexta-feira, 3 de junho de 2016

10 Motivos para Ler todo Dia


Muito Mais que Livros em Muito Mais que Livros 
"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente essa sede." Carlos Drummond de Andrade 1902 - 1987 Não sabe ainda o por que incluir a leitura no seu dia a dia? Então esse post é pra você: *1-Estimula o cérebro* Vários estudos indicam que o estímulo mental diminui a evolução (e talvez estacione completamente) o Alzheimer. A razão é simples: manter o cérebro ativo o impede de perder suas capacidades. Como todos os músculos do corpo, necessita de treinamento para permanecer vigoroso e são. Também beneficiam a saúde do céreb... mais »

terça-feira, 17 de maio de 2016

Promover a leitura

CATA LETRAS 

Exercício de grupo em torno do Cata Letras, um jogo do site Cata Livros cujo objectivo é a descoberta de palavras escondidas (semelhante ao «jogo da forca»). A actividade inclui também a audição da história que serve de base à versão do jogo escolhida. Pretende-se com este jogo abordar e dar a conhecer de forma leve os textos a partir dos quais as versões do Cata Letras foram feitas e mostrar aos destinatários do exercício um jogo de palavras simples que depois poderão repetir sozinhos ou acompanhados por outras pessoas.

Áreas Temáticas:  Leitura dinâmicaInferênciasAlargamento do campo lexical
Faixa Etária:  Leitores IniciaisLeitores Medianos


DETETIVE 

Proposta de actividade em grupo à volta do jogo Detetive, disponível no Cata Livros em versões feitas com textos de vários álbuns para a infância. A actividade consiste na leitura do livro correspondente à versão do jogo escolhida e à sua posterior resolução. O Detetive propõe a leitura de textos seleccionados do livro e a identificação de «frases intrusas» neles (que não estão nos textos originais).

Áreas Temáticas:  Leitura dinâmicaInferências
Faixa Etária:  Leitores IniciaisLeitores Medianos


SINÓNIMOS ANÓNIMOS 

Proposta de actividade de grupo elaborada a partir do jogo Sinónimos anónimos, disponível no siteCata Livros. O jogo está disponível em diferentes versões, feitas a partir de vários livros, também eles disponíveis no Cata Livros. A presente actividade propõe a leitura no computador do livro correspondente à versão do jogo e posterior realização do mesmo sob a forma de um concurso disputado por três ou mais equipas. Esta actividade, para além de promover o contacto e o conhecimento do livro, permite aos seus participantes alargarem o seu vocabulário, treinarem e descobrirem conceitos como o de «sinónimo» ou «metáfora» e melhorarem a sua capacidade de trabalho em equipa.

Áreas Temáticas:  Leitura dinâmicaAlargamento do campo lexicalExercícios de interpretação
Faixa Etária:  Leitores IniciaisLeitores Medianos


À DESCOBERTA DAS LETRAS 

Esta é uma actividade de sensibilização para a leitura, onde se faz uso das histórias ouvidas e de um novo objecto, o Cabide Abecedário, para transmitir aos pré-leitores as primeiras noções do que é o alfabeto. Foram utilizados os livros Felini e a Caixa das Sonecas (pré-leitores | leitores iniciais), de Leigh Hodgkinson, e O que Se Vê no ABC (pré-leitores | leitores iniciais), de Daphne W. Rocha.


Áreas Temáticas:  Literacias
Faixa Etária:  Pré-Leitores


http://www.casadaleitura.org/

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Bibliotecário uma História


Muito Mais que Livros em Muito Mais que Livros 
"Pensar o passado para compreender o presente e idealizar o futuro" Heródoto *A Biblioteca* A importância da biblioteca para a preservação e conservação do conhecimento é inquestionável, pois desde o inicio da humanidade o homem se preocupa em registrar o conhecimento por ele produzido. Ao *bibliotecário* foi destinada a missão de realizar os processos de organização, preservação e efetivar a disseminação de todo o conhecimento registrado. As primeiras bibliotecas, na forma como conhecemos hoje, surgiram na Mesopotâmia, no segundo milênio a.C. Nessas bibliotecas foi constatada a “o... mais »

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Biblioteca e Inovação um exemplo de Sucesso


Arte Cultura Pop em Muito Mais que Livros 
Como não se inspirar ao entrar em uma livraria? E como utilizar de sua técnicas para atrair o leitor para a Biblioteca Pública? É possível transformar a Biblioteca em um lugar tão interessante quanto as mais modernas livrarias do mundo? Conheça esse exemplo de sucesso no texto compartilhado do Bibliotecativa As modernas livrarias são uma fonte de inspiração para as bibliotecas públicas. São vários os exemplos que podemos sublinhar. A forma como organizam os espaços e utilizam o mobiliário. O ambiente informal e descontraído. O cuidado na exposição e promoção dos livros. Todos este... mais »

terça-feira, 19 de abril de 2016

Sugestões de atividades de incentivo à leitura

RODA DA LEITURA
Todos os alunos, sentados em forma de círculo, para a realização da leitura do dia;

VENDER O LIVRO
Todos os alunos, após a leitura do livro, um de cada vez, farão a apresentação do livro lido. Deverão, no seu momento, convencer aos demais que o livro é bom;

DRAMATIZAÇÃO DO LIVRO
O professor deverá sugerir 03 (três livros para os alunos escolherem. Após, realizará a leitura e o desenvolvimento teatral do texto, envolvendo-os na história e na dramatização;

PROPAGANDA DO LIVRO
O aluno fará o papel do autor para promover a propaganda do livro, porém, não poderá contar o final do mesmo;

CAIXINHA DE LEITURA
O professor selecionará algumas frases, parágrafos curtos, textos e outros, colocando-os em uma “caixa”. No momento reservado à leitura, cada aluno retirará da caixinha-surpresa o que deverá ler no dia;

PALCO
No fim da leitura, o aluno subirá ao palco para falar de que parte do livro gostou mais. Ele torna-se o centro das atenções;

CONTADOR DE HISTÓRIA
No momento integração do “curtindo as leituras”, o encarregado de educação, a coordenadora e outros elementos da comunidade, serão convidados para contar uma história;

LEITURA TELEFÓNICAS
O professor dividirá a turma em grupos de 2 a dois (dois a dois), que simularão uma ligação telefónica para contar ao amigo o livro que escolheu e o que mais lhe chamou a atenção ao tê-lo;

PAINEL DE LEITURA
Cada aluno escreverá uma frase que identifique o livro que leu. Essa frase vai para o painel, destacando a leitura realizada no dia;

GIRA-GIRA DO LIVRO
Cada aluno lerá uma página do livro e, no fim, todos terão participado;

MÚSICA NA LEITURA
“Curtindo as leituras” é o momento onde o professor escolherá uma música para trabalhar; a letra, a melodia e a interpretação... é um instante descontraído e diferente;

FEIRA DO LIVRO
O professor promoverá na escola, uma feira de exposição de livros lidos pelos seus alunos. Convidará outras turmas para que, durante o evento, possam apreciar as apresentações dos livros. Cada aluno apresentará três livros na exposição;

TROCA-TROCA NA LEITURA
Após a realização da leitura diária, o professor fará a divisão da turma em grupos de 2 (dois a dois) ou 3 (três a três), para que, troquem experiências sobre os livros lidos – cada um no grupo fala do livro que leu;

TEATRO NA LEITURA
Lido o livro escolhido, o aluno apresentará o conteúdo da história através de teatro.

RECONTANDO A HISTÓRIA
Momento em que cada aluno terá a oportunidade de recontar uma história, uma lenda ou um facto real;

TEXTOTECA
É quando o professor colocará à disposição dos alunos, textos diversos para leitura;

REPÓRTER DA LEITURA
O professor escolherá um aluno para ser o repórter. As perguntas deverão levar o entrevistado a questionar-se.

PERSONAGEM DA HISTÓRIA
Realizada a leitura do dia, o aluno deverá comentar os personagens que mais se destacaram na história em questão;

CADERNO DE LEITURA
O professor sorteia um aluno para trazer um texto que será lido naquele dia;

BIBLIOTECA
O professor deverá escolher um dia para levar os alunos para a biblioteca;

MURAL DE TEXTOS
O professor pedirá aos alunos que tragam de casa textos variados, que deverão ficar afixados em mural para que os alunos leiam;

CINEMA
Assistir a um filme para depois debatê-lo.

http://leituramesquita.blogspot.pt/2009/09/sugestoes-de-atividades-de

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O que acontece com as Bibliotecas agora que temos o Google?


Arte Cultura Pop em Muito Mais que Livros 
*“O bibliotecário não pode ser apenas o ‘guardador de livros’. Tem que ser o verdadeiro profissional da informação, aquele que trabalha com ela independente do suporte, que desenvolve ferramentas que permitam a melhor gestão desse conhecimento, tem que pensar estrategicamente e estar atualizado para as tendências mercadológicas e tecnológicas”* Com essa frase inspiradora de Izadora Saldanha, responsável pelo Centro de Documentação e Informação/Biblioteca da empresa Planave S. A.apresentamos o artigo* "**Bibliotecas migram para as nuvens - **Manter os leitores no espaço físico é um ... mais »

domingo, 10 de abril de 2016

(Apenas) 5 breves vantagens de gostar de ler livros

www.arteseartes.info/apenas-5-breves-vantagens-se-gostar-de-ler-livros/








Não gosta de ler? Anda à procura de motivos para pegar num livro, mas não consegue ganhar força de vontade? Os livros não lhe dizem nada, não se consegue identificar com eles? 


1. Ler estimula as células nervosas

2. Ler reduz o stress

4. Ler aguça-nos o espírito crítico

5. Ler não custa (muito) dinheiro



quarta-feira, 6 de abril de 2016

"Falta de tempo" para ler

"O tempo para ler é sempre um tempo roubado. (Tanto como o tempo para escrever, aliás, ou o tempo para amar.)
Roubado a quê?
Digamos, à obrigação de viver.
É sem dúvida por essa razão que se encontra no metro - símbolo refletido da dita obrigação -
a maior biblioteca do mundo.
O tempo para ler, como o tempo para amar, dilata o tempo para viver.
Se tivéssemos que olhar o amor do ponto de vista de nosso tempo disponível, quem se
arriscaria? Quem é que tem tempo para se enamorar? E no entanto, alguém já viu um enamorado que não tenha tempo para amar?
Eu nunca tive tempo para ler, mas nada, jamais, pôde me impedir de terminar um romance
de que eu gostasse.
A leitura não depende da organização do tempo social, ela é, como o amor, uma maneira de
ser."
 (PENNAC, Daniel. Como um Romance. Rio de Janeiro: Rocco, 1993. p. 118-9)

segunda-feira, 4 de abril de 2016

11 Motivos para Conhecer uma Biblioteca Hoje


Arte Cultura Pop em Muito Mais que Livros 
Porque devemos fazer da visita a Biblioteca um hábito? Com o objetivo de responder essa pergunta o Muito Mais que Livros selecionou 11 motivos que levaram frequentadores assíduos a irem a uma Biblioteca pela primeira vez. Confira: *1- Lá é possível encontrar todo tipo de livro de graça!* 2-Nas bibliotecas está armazenado a história da nossa região e do país, não só nos livros, mas no ambiente em si *3- Na Biblioteca descobri uma forma barata de lazer e de conhecer o mundo.* *4-Na Biblioteca não há discriminação, o conhecimento é de todos e para todos.* *5-Com a ajuda do... mais »